Vôlei BR passa pelo Centro-Oeste pelo 2º ano. Menos em MS

Foto: Valterci Santos/MPIX/CBV

*Permitida reprodução da matéria mediante crédito soporesportes.com.br

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) anunciou nesta sexta-feira (5), Cuiabá-MT e Brasília-DF como sedes de jogos válidos pela Liga das Nações 2019, ex-Liga Mundial e Grand Prix. Em 2018, Goiânia (GO), foi o palco de partidas da competição.

Assim, Campo Grande é a única capital do Centro-Oeste a ficar de fora. Um dos motivos pode ser apontado com facilidade: a falta de um ginásio adequado. O principal de Mato Grosso do Sul, o Guanandizão convive com “eternas reformas”. Prometido inicialmente para o fim de 2018, as obras estão paradas pois, de acordo com as informações oficiais, a empresa responsável pela licitação desistiu da obra sob alegação de não ter condições de finalizar. Há pelo menos três anos fechado para eventos esportivos, no vôlei foi palco para dois jogos do Brasil com o Portugal, em 2004, pela então Liga Mundial.

A capital do Mato Grosso receberá o grupo comandado pelo técnico Renan de 21 a 23 de junho, no ginásio Aecim Tocantins. Os adversários são de equipes de peso: Bulgária, Alemanha e Rússia.

Já a cidade brasiliense receberá os confrontos da seleção feminina, entre 21 e 23 de maio. Os adversários da equipe dirigida pelo técnico José Roberto Guimarães serão as seleções da China, República Dominicana e Rússia. As partidas serão realizadas no ginásio Nilson Nelson. Brasília volta a sediar uma etapa, desta vez masculina, nos dias 28, 29 e 30 de junho, contra Itália, Canadá e França. (Com CBV)

*Permitida reprodução da matéria mediante crédito soporesportes.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*