Sul-mato-grossense: quanto vale passar na TV?

Foto: Esporte Clube Comercial/Divulgação

O presidente do Comercial levantou a bola: cota de R$ 15 mil da tevê para cada um dos doze clubes por campeonato é pouco. A tevê não confirma o valor, mas considera o repasse “significativo” e “dentro da realidade”, e deixa claro que o contrato é feito com a federação estadual.

A FFMS, responsável pela partilha, segundo a emissora que transmite o torneio que termina no dia 21 deste mês, opta pelo silêncio.

Reportagens feitas e publicadas por este que vos escreve no jornal O Estado MS (os links estão abaixo deste texto), mostram que a conversa vai longe. O contrato atual vale até o Sul-Mato-Grossense de 2021, e, se não houver mudanças, a partir do ano que vem, o torneio terá dois clubes a menos na disputa.

O mesmo número de participantes do Mato-Grossense. No estado vizinho, movimento semelhante divide os clubes que, de acordo com a imprensa local, a cota individual é de R$ 30 mil (o diretor executivo da TV Morena também fala disso).

Os links das matérias no jornal O Estado MS são estes http://www.oestadoonline.com.br/noticia/33568/_comercial_pedira_cota_maior_da_tv_repasse_a_de_r_15_mil_diz_dirigente

http://www.oestadoonline.com.br/noticia/33569/preview/executivo_da_tv_cita_contrato_ata_2021_e_acha_cedo_para_discutir_cota_.html?fbclid=IwAR27r91qn6ptB0d3Ykc_hkw5xM0MU4nHh_b5ENxZVhPIbnk2rAKXBNQa4t8

E, aí, o que você acha? Muito, pouco, tá de bom tamanho?
Abraço

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*