Serrinha vence corrida de número 500 da Stock

Foto: Stock Car/Divulgação

Daniel Serra vence a Stock Car 500 e se junta ao pai Chico na lista dos centenários.  A etapa de abertura da temporada 2019 aconteceu neste domingo (7) no Velopark, em Nova Santa Rita, a 30 km de Porto Alegre (RS).

Logo na largada, realizada em fila indiana por causa da pista molhada, o pole position, Thiago Camilo, acelerou forte para manter a ponta, seguido de perto por Daniel Serra em segundo e Rubens Barrichello em terceiro. Na segunda volta, Marcos Gomes mergulhou por dentro e tomou a quarta posição de Nelson Piquet Jr. Pouco depois, Marcel Colleta e Pedro Cardoso, dois estreantes, rodaram e perderam muitas posições.

Enquanto isso, Camilo e Serra travavam uma intensa disputa pela liderança, com ambos usando o botão de ultrapassagem, Serrinha para atacar e Camilo para se defender das investidas do atual campeão da Stock Car.

Com trinta minutos restantes para o final da Stock Car 500, Thiago Camilo, que chegou a sofrer pressão de Daniel Serra, acelerava para abrir pouco mais de dois segundos e meio de vantagem para o segundo colocado.

Na 17ª volta, Guga Lima escapou da pista no mesmo ponto onde Átila Abreu bateu forte durante a classificação, se chocou contra a barreira de pneus, provocou a entrada do safety car e a vantagem de Camilo sobre Serra foi anulada. Na relargada, autorizada na 21ª volta, Camilo acelerou forte e conseguiu se manter na ponta ao aproveitar a presença de Denis Navarro, retardatário e que estava entre ele e Serra.

Pouco depois, a chuva, que caiu forte no sábado de classificação, voltou forte sobre a pista gaúcha e obrigou a colocação dos pneus para pista molhada. Uma volta após fazer sua parada, Thiago Camilo errou, saiu da pista e foi superado por Marcos Gomes. Daniel Serra, que ganhou a posição de Camilo após atrasar sua parada, conseguiu voltar para a pista na ponta, com Barrichello em segundo e Marcos Gomes em terceiro.

A 13 minutos do final da prova, Camilo acionou o botão de ultrapassagem e partiu para cima de Marcos Gomes na tentativa de tomar a terceira posição do piloto da KTF Sports, mas Marquinhos soube se defender para segurar a posição. Duas voltas mais tarde, Camilo mais uma vez acionou o botão para superar Marcos Gomes.

Poucas voltas depois, Marquinhos começou a perder rendimento, ficou lento e perdeu posições. Enquanto isso, Serrinha seguia tranquilo na liderança, mais de dez segundos à frente de Rubens Barrichello, o segundo colocado.

Em um ritmo muito forte, Daniel Serra, que chegou a colocar uma volta em Thiago Camilo, àquela altura o quarto colocado, cruzou a linha de chegada para vencer a 500ª corrida da história da Stock Car. Rubens Barrichello terminou em segundo e Ricardo Maurício foi o terceiro.

“Estava chovendo e eu conseguia ver a diferença e eu comecei a fazer um pouco de conta e vi que não compensava colocar pneus de chuva pois ela estava ameaçando parar. Aí eu pensei: a gente corre o ano inteiro, nos últimos dois anos, sendo cauteloso, mas nessa não. Eu quero correr do jeito prazeroso que é para a corrida, arriscamos, achei que dava e estou muito feliz!”, falou o paulistano de 35 anos. (Com site da Stock Car)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*