Professor acusado de abuso sexual é banido da ginástica

Foto: Internet/Reprodução

Em decisão tomada domingo (31), o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) presidido por Fernando Silva Júnior, decidiu banir definitivamente do esporte o ex-treinador Fernando de Carvalho Lopes, 40 anos. A medida é motivada pela acusação de abuso sexual e assédio moral a atletas quando era técnico do Mesc, em São Bernardo do Campo-SP.

O julgamento no tribunal de última instância desportiva da Ginástica foi realizado na sede da OAB de Aracaju (SE), e a CBG se fez representar como terceiro interessado pelo seu assessor jurídico, Paulo Schmitt.

A pena do Banimento, aplicada de forma unânime pelo STJD através do voto do relator William Figueiredo, foi baseada no Código de Conduta e Estatutos da FIG (Federação Internacional de Ginástica), e com aplicação também de penas máximas por quatro vezes (uma em relação a cada atleta vítima denunciante) em cada artigo da denúncia já realizada pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva CBJD.

O órgão, vinculado à CBG, é o primeiro a tomar uma decisão deste nível na esfera esportiva do Brasil para casos de assédios e abusos sexuais. O tribunal determinou ainda que a decisão fosse comunicada para a CBG, FIG e ao Comitê Olímpico Internacional. (Da CBG)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*