No vôlei de praia, atletas do Estado jogam em 2 torneios

Victoria e Tainá durante etapa Open em Natal - Wander Roberto/Inovafoto/CBV

A quarta etapa do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2019 começa na sexta-feira (5), e vai até domingo (7), em Brasília (DF), no Parque da Cidade. O Brasil terá seis duplas em ação, duas no torneio masculino e quatro no torneio feminino, em busca de medalhas e a liderança do ranking geral da temporada.

No feminino, a sul-mato-grossense Victoria joga para medalhas pelo quarto fim de semana seguido. Ao lado da sergipana Tainá (SE), está na mesma chave que  Carolina Horta/Ângela (CE/DF) e Aline Lebioda/Juliana Simões (SC/PR) no grupo A, que também conta com as venezuelanas Norisbeth Agudo e Gabi Brito. Já Juliana/Andressa (CE/PB) está no grupo B, onde duela contra as argentinas Ana Gallay/Fernanda Pereyra, as uruguaias Camila Bausero/Josefina Vargas e as colombianas Viviana Garzon/Margarita Guzman.

No naipe masculino, o Brasil será representado por Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR), atualmente na segunda posição do ranking nacional, e Ramon Gomes e Fernandão (RJ/ES), que aparecem em sexto e foram medalha de bronze da última etapa do tour brasileiro, em Natal (RN).

Na primeira etapa da temporada, em São Francisco do Sul (SC), o Brasil conquistou o ouro com Josi/Neide (SC/AL) e o bronze com Thiago/George (SC/PB). Na segunda parada, em Coquimbo (Chile), Tainá/Victoria (SE/MS) levou o ouro, Carol Horta/Ângela (CE/DF) ficou com a prata e Jô/Léo Vieira (PB/DF) conquistou o bronze. Em Lima (Peru), o Brasil foi ouro novamente com Josi/Neide (SC/AL) e prata com Eduardo Davi/Adrielson (PR).

O torneio em Brasília conta com 16 duplas em cada gênero, divididas em quatro grupos. Os dois melhores colocados de cada grupo avançam à fase eliminatória de quartas de final. Depois a disputa segue para semifinal, disputa de bronze e final.

O Circuito Sul-Americano conta com cinco etapas regulares e dois torneios ‘Finals’, com maior pontuação e premiação, sendo um para o masculino e outro para o naipe feminino. A competição passará por Camaçari (Bahia). Os torneios ‘Finals’ serão em Resistência (Argentina), para o naipe feminino, e Brasil, em cidade que será definida, no masculino.

Na Sub-17, Mato Grosso do Sul tem dupla no feminino e no masculino

Nos mesmos dias, a edição 2019 do Circuito Brasileiro Sub-17 de vôlei de praia acontece em João Pessoa (PB). As partidas na arena montada na Praia de Cabo Branco será uma prévia para o Circuito Brasileiro Open (adulto), que começa na próxima semana, a partir de quarta-feira (10).

No masculino, Pedro e Thi são os representantes sul-mato-grossenses já classificados pelo ranking. Pelo feminino, de Três Lagoas, Renata e Aninha buscarão o pódio.

O Sub-17 é disputado por 16 duplas, sendo que 12 delas já estão pré-classificadas à fase de grupos pelo ranking de entradas ou convite (wild card). As últimas quatro vagas à fase de grupos são decididas no classificatório, em jogos eliminatórios diretos, que ocorrem na sexta. No masculino, 22 duplas disputam as quatro vagas, enquanto no feminino, são 16 duplas se enfrentando para conseguir ingressar ao torneio.

Os times são divididos em quatro grupos de quatro duplas e se enfrentam na fase de grupos. Os primeiros colocados vão direto às quartas de final, enquanto segundos e terceiros disputam a repescagem. A disputa segue em formato eliminatório até a disputa de medalhas.

O Circuito Brasileiro Sub-17 é realizado em etapa única, os campeões saem neste domingo. (Com CBV)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*