Com atletas de MS, etapa Open chega a João Pessoa

Disputas seguem até domingo na Praia de Cabo Branco - Foto: Renan Rodrigues/CBV

As últimas oito vagas disponíveis à etapa de João Pessoa (PB) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 18/19 foram preenchidas nesta quarta-feira (10), após duelos pelo classificatório do torneio feminino. Estavam na disputa 31 times, que duelaram em 23 partidas eliminatórias na arena montada na Praia de Cabo Branco. Destaque para uma paraibana ‘de coração’ e jovens revelações que vem se firmando no tour nacional.

Nesta quinta-feira (11), além do início da fase de grupos pelo torneio feminino, ocorre a disputa do classificatório ao torneio masculino, em partidas das 7h30 às 17h. Na quarta, a dupla Gilson e Duda/MS ganharam o seu jogo do pré-qualifying.

As oito duplas que avançaram foram Naiana/Diana (CE/RJ), Cris/Verena (SP/CE), Fabrine/Pitty (BA), Sandressa/Mayana (AL/TO), Solange/Eunyce (DF/AL), Carolina Ferraris/Rosimeire Lima (RJ/AL), Hegê/Talita (CE) e Thamela/Ingridh (ES/PR).

As oito duplas classificadas nesta quarta se juntam aos 16 times que já estavam garantidos pelo ranking de entradas. São eles Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Ágatha/Duda (PR/SE), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), Tainá/Victoria (SE/MS), Juliana/Andressa (CE/PB), Carolina Horta/Ângela (CE/DF), Josi/Neide (SC/AL), Vivian/Vitoria (PA/RJ), Val/Érica Freitas (RJ/MG), Aline/Juliana Simões (SC/PR), Rafaela/Jéssica (PA), Izabel/Thati (PA/PB), Thais/Teresa (RJ/CE) e Flávia Moura/Bárbara Ferreira (RJ).

Quem também avançou foi a dupla ‘caçula’, mais jovem entre os times da fase de grupos do Circuito Brasileiro Open, formada por Thamela, 18 anos, e Ingridh, de 19. Thamela inclusive chega empolgada para a etapa, já que nas duas últimas semanas foi ouro em duas etapas do Classificatório Sul-Americano ao Mundial Sub-21. Em uma destas etapas, a capixaba atuou ao lado da sul-mato-grossense Victoria. Ambas, treinam no mesmo CT, em Aracaju (SE).

“Treinamos forte, mas chegar de uma competição internacional, tendo conquistado dois ouros, é muito melhor. Tem o cansaço, mas faz parte, prefiro vir com esse ritmo de campeonato, essa motivação. O foco aumenta, a concentração já está muito ativada. Fico feliz por termos conquistado novamente essa vaga”, disse Thamela. (Com CBV)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*