Aquidauanense e Comercial eliminam finalistas de 2018

Lance de Operário e Aquidauanense pelas quartas de final do Sul-Mato-Grossense - Valentin Manieri/ O Estado MS

Operário e Corumbaense, atuais campeão e vice, se despediram do Sul-Mato-Grossense deste ano. No sábado (30), o Aquidauanense empatou por 1 a 1 com o Galo de Campo Grande, em pleno Morenão, e chegou à semifinal. Na ida, em Aquidauana, o Azulão havia vencido por 1 a 0.

Na maior parte do jogo, o time de Mauro Marino soube controlar a partida diante de um Operário nervoso, com muitos erros de passe. Já o Aquidauanense cadenciou a partida e em diversos momentos parecia à vontade na Capital. Situação que melhorou após Thiago Miracema ser expulso no fim do primeiro tempo. O jogador é o mesmo que recebeu cartão vermelho na Copa do Brasil, diante do Botafogo-PB.

Diante de uma equipe sem muitas opções táticas no ataque, o Aquidauanense abriu o placar aos 43 do segundo tempo, com Baiano. O Operário ainda ficou com nove em campo depois de Emerson Santos receber cartão vermelho. Mesmo assim, aos 49, o zagueiro Centeno marcou e livrou o Galo da derrota. Mas, não foi o suficiente para conseguir a classificação. Ao fim da partida, parte da torcida protestou contra o elenco comandado por Arilson Costa. A cobrança sobre o técnico e jogadores aumentou desde a eliminação na Copa do Brasil. O fato de ter a melhor campanha da primeira fase do Estadual não apago as últimas apresentações do clube.

Por outro lado, festa em Aquidauana para o time que voltou este ano à Primeira Divisão do Estadual. Agora, por uma vaga na final, o Azulão terá outro adversário de Campo Grande.

Se nas arquibancadas, o Comercial viu o Corumbaense praticamente igualar em número de torcedores, dentro de campo o Colorado fez valer o fator casa e ganhou por 1 a 0, resultado que classificou o time de Mário Tilico.

Neste domingo (31), no Morenão, o jogo foi equilibrado. O Comercial buscava mais o jogo, enquanto o Carijó buscava os contra-ataques. Depois de um primeiro tempo morno, o Colorado abriu o placar antes dos dois minutos com Juninho Pavi. O gol abalou momentaneamente o Corumbaense que demorou a reagir, e nos minutos finais pressionou o Colorado em busca do gol que manteria o time pantaneiro vivo no Estadual. Destaque para o goleiro Rodolfo que com defesas difíceis evitou o empate para a festa comercialina.

Sete e Águia farão a outra semifinal

Em Itaporã, o Sete de Setembro empatou por 1 a 1 com o Costa Rica e ratificou a classificação. Na ida, fora de casa, o time de Dourados impôs derrota por 2 a 0. No estádio Chavinha, Lucena abriu o placar para o Crec, e no segundo tempo, Sena fez para o Sete, que ainda viu Roger Paranhos defende pênalti de Coruja e evitar a derrota.

No Ninho da Águia, em Rio Brilhante, o time da casa reverteu a desvantagem e eliminou o Chapadão por 2 a 0, gols de Guilherme e Kareca. Na ida, no estádio da Serc, o Águia Negra perdeu por 1 a 0.

As datas e horários dos jogos de ida e volta das semifinais serão definidas em reunião entre dirigentes de clubes e da federação na segunda-feira. A previsão é a de que os confrontos aconteçam quarta-feira (3), e domingo (7). Mas, ordem das partidas dependem do aval da TV Morena, que detém os direitos de transmissão do Sul-Mato-Grossense.

*Permitida reprodução da matéria mediante crédito soporesportes.com.br

1 Trackback / Pingback

  1. Operário apresenta time a 10 dias de estreia na Série D

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*